Se existem pessoas no mundo com quem você deveria aprender, Jeff Bezos deve ser uma delas.

Bezos fez da Amazon a empresa mais valiosa do mundo e, graças a isso, ele também é o homem mais rico do mundo.

Uma empresa pode focar na concorrência, nas pessoas, na tecnologia, no produto, e em outras coisas mais... isso é estratégia e ela precisa ser definida pelo seu CEO.

A maioria das empresas estão com seus olhos fixados na concorrência, mas Bezos decidiu que o foco da Amazon deveria ser na experiência do cliente.

Todas as decisões por lá seguem esse critério, se algo não for o melhor para o cliente -- mesmo que possa gerar lucros para a empresa -- não será feito!

Por muito tempo Bezos foi criticado pela imprensa e por alguns acionistas que queriam ver os lucros crescendo mais rápido, mas com o passar dos anos essa decisão estratégica se mostrou correta e hoje ele domina o mercado com sobras.

Talvez você esteja pensando agora: "mas o que isso tem a ver com Andragogia e o título do artigo?"

Bom... segundo a definição do cara que podemos chamar de "pai da Andragogia" - Malcolm Knowles:

Andragogia é a arte ou ciência de orientar adultos a aprender

Enquanto Pedagogia se refere à educação de crianças (do grego paidós, criança), Andragogia se refere à educação de adultos ( andros, adulto).

Você que acompanha a Bmind provavelmente tem o interesse de viver do seu conhecimento.

A melhor maneira de transformar seu conhecimento e suas experiências de vida em um negócio lucrativo é criando mentorias aonde você conduz as pessoas até seus objetivos.

Estou partindo aqui do pressuposto de que você vai vender seus produtos de informação para adultos OK ?

Mas não basta montar um programa de mentoria e descarregar um monte de informação em cima dos seus mentorados.

Isso vai fazer com que eles se sintam sobrecarregados e, por consequência, frustrados.

Se Jeff Bezos fosse montar uma mentoria você pode ter certeza que ele se preocuparia muito com a experiência dos mentorados, e não aceitaria que seus clientes ficassem frustrados.

É por isso que neste artigo nós vamos falar sobre como você pode aplicar os princípios da Andragogia e o modelo andragógico para tornar a experiência dos seus mentorados fantástica.

4 Fatos Sobre Alunos Adultos Que Você Precisa Saber

Como Alunos Adultos Aprendem - Andragogia

Primeiro você precisa conhecer alguns fatos sobre o ensino de adultos que se distinguem do ensino de crianças:

1 - Adultos Precisam de Autonomia Para Aprender

Os adultos sentem-se capazes de tomar suas próprias decisões e precisam que isso seja respeitado. No ensino de crianças é normal que as regras sejam mais rígidas e que a disciplina faça parte da condução do processo de ensino. Com adultos essa linha imaginária não pode ser ultrapassada sob o risco de comprometer o resultado.

2 - Adultos Podem e Devem Usar Sua Experiência de Vida Para Aprender

Quando a experiência pessoal e profissional do aluno adulto é utilizada como base para o aprendizado isso torna o processo de aprendizagem muito fácil para ele. Você precisa estimular isso para que os resultados sejam melhores.

3 - Adultos Tem Maior Interesse em Aprender Aquilo Que Se Relaciona Com Seu Dia a Dia

Tudo aquilo que representar para o adulto uma chance de melhorar suas habilidades nos diversos papéis que exerce na sociedade se torna mais interessante e mais facilmente absorvido. Aprender coisas rapidamente aplicáveis é um desejo do aluno adulto.

4 - Adultos São Mais Afetados Pelas Motivações Internas Que Externas

Valores e Objetivos pessoais do aluno adulto têm um poder maior de influência no seu aprendizado que fatores motivadores externos

Atitudes Que O Aluno Adulto Espera de Um Mentor

Atitudes que Esperam de Um Mentor

Seus mentorados querem que você tome essas atitudes na condução do processo:

a) Estabeleça um Clima de Confiança e Respeito

Os adultos têm orgulho do que já conquistaram e necessitam se sentirem respeitados para que possam ficar à vontade. É seu dever promover esse clima para que as pessoas possam se soltar e ter uma experiência melhor.

b) Valorize as Conquistas e História de Cada Um

Seus mentorados vão se sentir muito conectados à você caso você demonstre que respeita e valoriza a história de cada um. Estimule o compartilhamento de experiências e peça opiniões. Faça com que o grupo (ou indivíduo) se sinta parte da criação do processo.

c) Incentive a Participação do Aluno no Planejamento

Adultos precisam se sentir envolvidos no planejamento e na avaliação de sua instrução para que executem com afinco as ações.

d) Priorize Conteúdos Com Interesse e Aplicação Imediatos

Assuntos mais relevantes e que trarão impacto imediato nas suas carreiras e vida pessoal devem sempre ser priorizados.

e) Foque em Resolução de Problemas

O aprendizado adulto é muito mais centrado em resolução de problemas do que em conteúdo.

f) Troque Informações (Ouça mais)

Ofereça dinâmicas, faça perguntas, coloque-o no centro do processo. Seus mentorados nunca se esquecerão das atividades práticas e do clima de troca no processo. A figura do professor que passa conteúdo de forma vertical não funciona tão bem com adultos.

Estrutura de Uma Mentoria de Sucesso

Estrutura de Uma Mentoria de Sucesso

Agora que você já conhece mais sobre Andragogia e sabe o que os adultos esperam de um mentor, vou te entregar aqui um modelo padrão de mentoria que respeita esses princípios.

Entenda que você pode usar essa estrutura para o processo em geral mas também deve utilizá-la para planejar cada uma das reuniões/aulas dentro do processo.

É como se fosse uma estrutura dentro da estrutura.

Vou colocar aqui o passo a passo e depois vamos entender porque cada uma das etapas é importante.

  1. Diagnóstico das necessidades de aprendizado
  2. Especificação dos objetivos e prazos
  3. Especificação da estratégia que será adotada e dos recursos a serem utilizados
  4. História de como você aprendeu a estratégia que estará sendo adotada e os resultados que obteve aplicando
  5. Apresentação e ensino das táticas que serão executadas para cumprir a estratégia
  6. Apresentação de cases de sucesso aplicando as táticas
  7. Execução por parte do mentorado e acompanhamento por parte do mentor
  8. Avaliação dos resultados e feedback

1 - Diagnóstico das necessidades de aprendizado

Fundamental que você entenda em que nível estão as habilidades dos seu mentorados para executar o plano.

Aqui você terá uma noção clara do quanto terá que ser esmiuçado o processo de aprendizagem para que no momento da execução eles possam ter sucesso.

2 - Especificação dos objetivos e prazos

Com o diagnóstico em mãos vocês poderão definir juntos os objetivos de curto, médio e longo prazo e dessa forma eles se sentirão motivados a cumprir com o combinado (afinal de contas participaram do processo de planejamento).

3 - Especificação da estratégia que será adotada e dos recursos a serem utilizados

De posse do diagnóstico e dos objetivos e prazos, você usará sua experiência como mentor para definir a estratégia e apresentá-la aos seus mentorados. Você apresentará também os recursos a serem utilizados.

4 - História de como você aprendeu a estratégia que estará sendo adotada e os resultados que obteve aplicando

Os adultos precisam entender porque estão aprendendo o que estão aprendendo e precisam entender as razões de fazerem algo dessa maneira e não de outra.

Quando você conta a história de como aprendeu a estratégia e como a utilizou para obter resultados você ganhará a confiança dos seus mentorados.

Sem confiar na estratégia mesmo o exército mais poderoso do mundo perderia todas as batalhas.

5 - Apresentação e ensino das táticas que serão executadas para cumprir a estratégia

Agora é o momento de você didaticamente explicar cada passo a ser executado para que a estratégia funcione.

Esses passos menores e práticos são as táticas.

Garanta que todos entenderam o passo a passo e como será executado.

6 - Apresentação de cases de sucesso aplicando as táticas

Você precisa trazer provas de que pessoas comuns e parecidas com seus mentorados obtiveram sucesso executando esse passo a passo antes.

Somente dizer que funcionou pra você pode não ser suficiente pois seus mentorados podem vê-lo como uma grande autoridade que está muito à frente deles em termos de expertise.

7 - Execução por parte do mentorado e acompanhamento por parte do mentor

Hora do seu "exército ir pro campo de batalha" e você como bom mentor se mostrar presente e pronto para orientar e tirar dúvidas que apareçam.

Motive-os a seguir em frente!

8 - Avaliação dos resultados e feedback

Analise junto a seus mentorados os resultados, pautados por dados e não pela emoção.

Incentive que eles mesmos façam uma reflexão sobre sua atuação.

Dê Feedbacks pontuais e com exemplos de oportunidades de melhoria.

Elogie seus mentorados pelo esforço e por tarefas executadas. Nós todos precisamos desse combustível para seguir em frente!

MENTALIDADE DE MELHORIA CONTÍNUA

Mentalidade de Melhoria Contínua

Você viu nesse artigo que o ensino de adultos (Andragogia) se diferencia em relação ao ensino de crianças (Pedagogia) e entendeu um pouco mais sobre como os adultos reagem aos processos de ensino.

Sabendo disso ficou mais fácil entender o que mentorandos adultos esperam de um mentor e com base nisso eu te mostrei um processo simples e eficaz para planejar suas mentorias de agora em diante.

Mas você sabe que nenhum plano sobrevive ao campo de batalha.

Somente na hora da execução você vai saber como seus mentorados vão de fato reagir e aplicar suas instruções e ensinamentos.

O que é importante frisar é que sem um plano a batalha já estaria perdida.

Tenha em mente que ajustes e melhorias serão uma constante no seu trabalho como mentor.

A melhoria contínua deve ser seu novo lema para ter sucesso nesse mercado.

Eu fiz um carrossel no Instagram explicando também esse conceito...

Vamos em frente!

Gostou desse artigo? Deixa um comentário aqui embaixo 😉