Transcrição do Vídeo

Não, assim, eu observei assim, o ticket é bem mais elevado que o valor que eu estava acostumada a pagar nos cursos. 

E est ava á ((falha de áudio)) pedido talvez que eu não estivesse tão por dentro de como a banda toca nos outros cursos, sabe? De não estar mais treinada. 

Eu já tinha treinado o ouvido para muita terminologia, muitas coisas, e eu já tinha passado por cursos, eu mesma não tinha conseguido finalizar. 

Então, já tinha uma noção. Então assim, o que pode impedir algumas pessoas  de talvez de fazer uma mentoria One-to-One para desenvolver um modelo de negócio completo, que é de um ticket bem alto é possivelmente a questão financeira, mas porque tem um entendimento errado de que lá fora tem muita coisa de graça, ou barato que dá para fazer, e não é assim. 

Para mim o ponto alto foi fazer o webinário, o primeiro webinário, sem dúvida. Eu acho que para isso vocês fizeram um acompanhamento cirúrgico de tudo, do material, das postagens. 

E tudo isso para mim foi bem difícil, porque eu tinha que me apresentar para o mundo com uma proposta de valor. Eu estava botando a minha cara para bater na frente do LinkedIn que é a minha reputação que é o mais valioso que eu construí durante os últimos 25 anos. 

Então, para mim isso era muito difícil de fazer

Então, o fato de ter podido desenhar juntos um material e ter o olhar de vocês de que aquilo fazia sentido, de que não é uma bobagem, de que é uma coisa realmente relevante, eu precisava de um olhar externo realmente para ter mais certeza de que estava pelo caminho certo. 

Um ponto superalto. 

E outro ponto superalto é à forma como vocês abordam a parte de marketing digital. Eu vi muita coisa já. Eu já vi muita coisa, posso dizer que os mais bam-bam-bans do pedaço eu já comprei curso e eu já fiz. 

E eu sou uma pessoa autodidata, eu aprendo sozinha, e eu preciso conectar lé com cré, fazer sentido das coisas e criar a minha própria forma de fazer. E para mim fez muito sentido o formato biológico do (sis) 00:02:51, de cuidar do empenho e tudo mais. 

E isso são dois pontos superaltos. 

O acompanhamento também. Vocês têm uma resposta incrível on-line. Vocês ali crescendo vão conseguir seguir estando, eu não sei se eu vou poder seguir e continuar a fazer consultas e tudo, porque é muito importante para mim. 

O maior resultado? Fora os clientes, o maior resultado para mim é ter uma aparição. As pessoas que me conhecem, todo mundo que me conhece e não me vê por muito tempo me parabeniza pelo trabalho que eu estou fazendo. 

Ou seja, algo do que eu estou fazendo está sendo visto, porque eu encontro pessoas em feiras, em palestras, em cursos, em reuniões e me reconhecem pelo trabalho: “Puxa, isso que você está fazendo está muito legal. Siga postando isso”. 

Tem gente que nem curte nem nada, mas vivencia aquilo que eu falei, não é? 

E eu vivo fazendo provocações, eu não sabia se era legal fazer isso, mas eu vivo fazendo provocações pelo pensamento. E aí eu tenho esse olhar de ((falha de áudio)). 

Os meus mentorados falam isso: “Ah, porque eu estou olhando... estar aí nos primórdios de uma criação de uma possível marca”, que é a essência do que eu faço, o meu trabalho é esse. 

E o resultado, talvez aquela construção dessa... o início talvez de uma construção de uma marca mais visível, acho que é muito, muito, muito poderoso. 

Bom. Hoje eu consigo explicar para as pessoas o que é que eu faço, não é? Porque tipicamente me apresento em reuniões e: “Ah, eu faço isso e aquilo e outro, às vezes faço isso e eu venho de uma empresa e eu tive...” a forma de se apresentar é bem diferente da Cecília de hoje, o que é que eu faço, com o que eu trabalho. 

A questão de poder concentrar e sistematizar e sintetizar o que é a minha proposta de valor é fundamental. 

Eu, nessa mentoria, desenvolvi um método que eu não sabia que existia. E a partir desse desenvolvimento, parece uma coisa louca. Mas a partir do momento que você tem os passos, as armadilhas e tudo mais, você consegue desenhar muito conteúdo a partir disso. 

E eu me surpreendo quando eu faço uma postagem, rapidamente já consigo pegar, construir uma foto, uma postagem. “Puf”. E eu não conseguia fazer isso. Era impossível, demorava muito para fazer. 

Mas uma vez que você já fez o macro, sintetizou em um webinário, extrair de lá para poder postar, não é óbvio, não é fácil, não vou falar isso nunca. 

Mas, na adrenalina de ter webinário lá aqui no cangote dá para fazer muita coisa. Faz, faz, faz e consegue, consegue. 

Às vezes eu não entendo de onde que vem a inspiração, mas eu posto que é LinkedIn, eu vou postando e vou conseguindo fazer o aquecimento. 

Depois eu vejo que eu acabo esgotada, mas a Cecília de agora consegue fazer isso. 

Bom, o acompanhamento cirúrgico, assim, específico para a necessidade. O que vocês têm de conhecimento é muito, você nota que tem aí uma pesquisa permanente, que vocês não pararam por aí. 

E que eu confesso que eu comecei com um pé atrás porque vocês são muito jovens. Eu tinha preconceito de que tem que ser velho para ter as famosas 10 mil horas, mas agora eu reparei que eu tenho 20 mil horas. 

Então assim, é muito. Vocês têm as suas 10 mil longas, já. Então, a expertise de vocês é maravilhosa, é muito grande. 

E a responsividade também, a questão de estar desesperada, de estar descabelando. Ou sem descabelar, simplesmente precisava de uma orientação, uma palavra, um: “Ok, vem por aqui; não vem por lá”. 

Isso. Eu recomendo com certeza, eu recomendo. As pessoas têm que estar assim, não é para qualquer um. Tem que estar muito decidido a ter um trabalho, uma empresa própria e a trabalhar o próprio negócio. E esse é seu grande paradoxo, que on-line você tem o que você quiser de graça. 

Agora, vai procurar e vai achar exatamente o que você precisa. 

Nossa Senhora, é muitas horas. E aí você escolhe tempo ou dinheiro. Cada um escolhe. Não rola. E isso vocês passam, eu estou determinada também. 

Claro que eu já vinha aprendendo, vinha trabalhando isso justamente as minhas quedas e os meus momentos de mais frustração que eu passei no universo laboral foram porque eu não conseguia me relacionar muito bem, eu era uma pessoa muito pragmática, digamos, muito assertiva e não tinha desenvolvido tanto esse lado humano. 

Vocês trabalham isso muito bem e bom, e é isso que eu estou trabalhando agora com as pessoas. Sinto às vezes puxar algo que eu não consegui fazer, eu estou trabalhando. Sim, eu estou trabalhando porque aprendi, porque eu estou aprendendo, que eu aprendo todos os dias. 

Então, eu vou me emocionar. 

Eu não queria me emocionar, mas... é isso. Só.