Segundo um levantamento realizado pelo Global Entrepreneurship Monitor, 61,8% dos brasileiros estão empreendendo por oportunidade, e não mais por necessidade. Esse número corresponde a aproximadamente 51,9 milhões de pessoas.

A maior parte da população largou tudo para viver do seu talento e está fazendo o Brasil crescer!

Se você também deseja fazer parte desse grupo, nas próximas linhas, saiba como montar um negócio com pouco dinheiro, usando apenas o seu conhecimento.

É só ter uma ideia na cabeça e muita vontade de fazer acontecer. Vamos lá?

Não importa se você tem dinheiro ou não, é preciso minimizar o risco

Talvez você tenha chegado a este post porque realmente quer montar um negócio com pouco dinheiro. Ou talvez, você até tenha os recursos necessários, mas não queira arriscar.

Seja qual for o seu caso, não dá para investir tudo num empreendimento sem ter garantias de que ele vai dar certo. Mesmo sendo uma franquia, que é um modelo de negócio “pronto”, empreender sempre tem seus riscos.

Quer saber o que fazer para minimizá-los?  É só ler as orientações deste artigo!

Aplique a tríplice do sucesso: paixão x habilidade x mercado

Existem 3 itens fundamentais para montar um negócio com pouco dinheiro.

O primeiro deles é a paixão. Parece até utopia, mas trabalhar com algo que você goste é determinante para o sucesso.

Você pode até fazer algo que não te agrada por algum tempo e ser satisfatório, mas nunca chegará à excelência, e o mercado vai perceber — e vai te punir — por isso.

Especialmente se for um serviço que envolva o seu conhecimento, o resultado não será bom, por isso é tão necessário ter paixão pelo que se faz.

O segundo item que conta muito é o mercado: como falamos antes, é importante descobrir se há espaço para sua oferta, ou seja, se as pessoas estarão dispostas a pagar por ela.

Já o terceiro, e menos importante, é a habilidade. Não que ela não tenha seu valor, muito pelo contrário. No fim das contas, é a sua habilidade que vai fazer o negócio crescer. Porém, ela é a única coisa que pode ser adquirida com o tempo.

Se você tem paixão e sabe que o seu trabalho será valorizado no mercado, é possível adquirir a habilidade fazendo cursos, praticando e se especializando para desempenhar uma atividade.

Desconfie se sua ideia é boa demais para ser verdade

Quando surge uma ideia de negócio, é comum que você se apaixone por ela. E é até saudável, porque, se você não acreditar nela, não terá a motivação necessária para colocá-la em prática.

Porém, mesmo que você acredite que sua ideia é genial, desconfie da facilidade aparente. Desenvolver um negócio é um processo complexo, mas totalmente viável, desde que você seja racional no momento de criá-lo.

Então, como avaliar se a sua ideia para montar um negócio com pouco dinheiro é viável? Basta analisá-las de forma mais racional.

Veja a explicação abaixo.

Use o conceito de MVP na veia, veja se sua ideia é vendável

Esta é uma dica preciosa para você que não tem muito dinheiro para montar um negócio.

Às vezes, acreditamos tanto num projeto que esquecemos de validá-lo antes do lançamento. Então, investimos todo o capital disponível para a elaboração do serviço, ações de marketing etc. Só depois percebemos que ele não teve a aceitação do público, ou seja, o retorno sobre o investimento não foi o esperado.

Mas é possível evitar todo esse prejuízo fazendo o teste do MVP (em português, Produto Minimamente Viável).

O conceito de MVP consiste numa série de testes feitos para avaliar a viabilidade de um produto ou serviço. Em outras palavras, é lançar uma versão inicial do seu projeto (também conhecido como beta) com o mínimo de recursos necessários, para saber se ele será aceito ou não pelo mercado.

Por exemplo, se você precisa de R$ 100 para montar o seu serviço completo, invista apenas R$ 30 na fase inicial e coloque essa versão reduzida. Assim, é possível saber o que o público pensa sobre seus serviços e o que precisa ser feito para aperfeiçoá-los.

Vendas: o segredo por trás do sucesso de qualquer negócio

Mesmo tendo os três itens mencionados anteriormente, seu negócio pode quebrar se você não for um expert em vendas.

Essa é uma competência que todo empreendedor precisa desenvolver o quanto antes para montar um negócio com pouco dinheiro, especialmente se for uma venda de ticket alto, como é o caso dos serviços de desenvolvimento pessoal.

As estratégias mais efetivas nesse segmento são: o contato direto (ligação telefônica), videoconferência ou pessoalmente.

Lembre-se que vender faz parte do rol de habilidades que podem ser desenvolvidas.

Porque nós acreditamos que você deva montar um negócio de desenvolvimento pessoal

Cada vez mais, as pessoas buscam soluções para obterem melhores resultados na carreira e na vida pessoal. E isso é o que vem norteando o criação de pequenos negócios com baixo investimento, que estão surgindo hoje.

Por outro lado, vivemos na Era da Informação, onde o volume de dados produzidos é tão grande que apenas alguns dias no Facebook equivalem a toda informação que foi publicada em 2000 anos.

O grande problema é que os usuários dos sites e redes sociais não têm tempo para consumir tudo. Então, é preciso ter serviços capazes de condensar o que há de mais relevante e segmentar, para que as pessoas escolham o que lhes for mais conveniente.

Os serviços de desenvolvimento pessoal, então, são a “bola da vez”, porque além de ter uma alta demanda, possibilitam montar um negócio com pouco dinheiro — que por ser desenvolvido no meio digital, não demanda grande infraestrutura, estoque etc.

Nessas condições, é possível estruturar um negócio de baixo custo e lucrativo, onde você investirá apenas o seu conhecimento e poderá cobrar um valor justo por ele (acima de R$ 2000).

Conclusão

No início deste post, trouxemos um dado surpreendente, que diz que 61,8% dos brasileiros enxerga as oportunidades e tem paixão por empreender.

Definitivamente, o empreendedorismo está deixando de ser uma iniciativa de grupos isolados e se tornando um importante “motor” para a economia.

E o melhor de tudo é que você não precisa mais ter um grande capital inicial para abrir a sua empresa, pois, como vimos neste artigo, montar um negócio com pouco dinheiro é totalmente viável, graças ao poder dos meios digitais.

Porém, todo empreendimento envolve riscos, tanto que, muitas empresas quebram antes de completar o primeiro ano de vida, porque os donos não tomam as devidas precauções que explicamos aqui.

Mas, se sua intenção é mudar de vida em 2020, você deve apostar nos serviços de desenvolvimento pessoal, que permitem que você faça o que realmente ama e seja bem remunerado por isso!

E aí, está preparado para viver da sua paixão? Assine já nossa newsletter e leia mais artigos como este, que vão lhe ensinar a criar um negócio altamente rentável utilizando o que você tem de melhor: o seu conhecimento!