Seu sonho é ser rico e próspero, mas as tarefas domésticas tomam boa parte da sua rotina diária? Então, é provável que você tenha muita dificuldade de alcançar esse objetivo algum dia.

Não entenda errado, se você adora lavar seu carro ou acha que lavar as louças pode ser relaxante, tudo bem...

Meu ponto aqui é que se você deseja conseguir resultados extraordinários nos negócios e chegar a um alto nível de liberdade financeira, você deve tomar cuidado com o uso do seu tempo.

Afinal, todo o tempo que é utilizado fazendo algo extremamente simples, como limpar a casa e lavar o carro, poderia ser usado para fazer algo de maior valor tanto para você quanto para a sociedade.

Mas o que será que essas atividades cotidianas têm a ver com a prosperidade financeira?

Leia o post completo e compreenda por que limpar a casa, lavar seu carro e fazer outras tarefas domésticas, apesar de serem importantes, não deveriam serem feitas por você.

O que é ser rico nos dias atuais?

Esta é uma reflexão filosófica sobre o que é ser rico: a maioria das pessoas mensura a riqueza pela quantidade de dinheiro que se tem. Mas você sabia que uma pessoa considerada pobre, no século XXI, vive melhor do que os reis no século XVIII?

Hoje, uma pessoa considerada de classe média tem acesso à água encanada e vive sem esgoto a céu aberto — embora essa não seja a realidade de todos os brasileiros. Além disso, ela pode se locomover e se alimentar com muito mais qualidade do que há 200 anos.

Então, respondendo à pergunta, o que é ser rico nos dias atuais? É ter a possibilidade de ir e vir — que não é a mesma coisa que o direito de ir e vir, garantido pela Constituição.

Nesse sentido, ser rico é não estar “preso” a um emprego durante cerca de um ano, tendo que programar sua vida de acordo com o calendário da empresa onde você trabalha. É ter liberdade e recursos suficientes para realizar o que deseja.

O que é mais importante: tempo ou dinheiro?

Sabemos que apenas uma pequena parcela da sociedade é extremamente rica no Brasil e no mundo, portanto, a maioria das pessoas dispõe de mais tempo do que dinheiro.

Então, o que fazer para equilibrar isso e usar melhor o seu tempo para ganhar mais dinheiro?

Toda vez que usamos nosso tempo em atividades que não contribuem para gerar valor para nós mesmos e para a sociedade, estamos perdendo a oportunidade de adquirir mais recursos. Por isso, é importante que você faça uma reflexão sobre cada atividade do seu dia.

Tirando as 8 horas que você tem para dormir e o seu expediente de trabalho — caso você trabalhe em regime CLT —, como você utiliza o restante do seu tempo? Você deve usá-lo para fazer algo que possa lhe trazer algum retorno.

O valor percebido das tarefas comuns está caindo

Existem dois fatores que contribuem muito para otimizar o seu tempo, que são:

Robotização

As máquinas estão tirando o emprego de muita gente, já que a maioria das funções operacionais dentro das empresas estão sendo feitas por robôs.

Nas indústrias, computadores substituem operários. Nos escritórios, a tecnologia atua no lugar de atendentes de telemarketing, contadores e até advogados.

Dessa forma, o que há 10 anos podia ser visto apenas nos filmes de ficção científica, hoje é realidade tanto na vida doméstica quanto nas empresas.

Terceirização

Antigamente, era mais difícil contratar uma diarista, por exemplo. Muito diferente de hoje, que, com uma rápida pesquisa na internet, você tem acesso a dezenas de sites e aplicativos onde é possível pesquisar e contratar serviços de empregadas domésticas, babás e outros profissionais especializados.

Nessas plataformas online, o contratante pode avaliar, inclusive, a reputação desses profissionais, o que torna o processo de contratação muito mais fácil e seguro.

Porém, se por um lado essas ferramentas facilitam a vida dos contratantes e dos contratados, por outro lado, elas aumentam significativamente a concorrência, e toda vez que a oferta é maior que a demanda, o valor dos serviços tende a cair.

Por que você não deve limpar a casa ou lavar o carro

Colocamos aqui duas atividades como exemplo, mas a verdade é que isso vale para todas as outras tarefas domésticas.

Por que acreditamos que elas não valem a pena para quem quer ser rico?

Uma pessoa que mora sozinha ou um casal sem filhos gasta em média cinco horas por semana para limpar a casa.

A pergunta que deve ser feita é: quanto custa terceirizar essas horas para um outro profissional desempenhar o trabalho e quanto custaria vender essas mesmas cinco horas para desempenhar uma atividade em que você poderia se tornar um especialista?

Será que é o mesmo valor cobrado por uma diarista para fazer a limpeza da sua casa? Com certeza, o valor da sua expertise é muito maior.

Assim, toda vez que você pensar que não tem tempo para se tornar um expert — porque, provavelmente, trabalha das 8h às 18h —, comece a analisar o que você faz, porque, mais importante do que o número de horas disponível é o que você faz com as horas livres que possui.

Uma pessoa que tem 2 horas por dia disponível pode alcançar resultados extraordinários e conquistar a liberdade, se conseguir usá-las com inteligência e tiver consistência na criação de um novo negócio.

Para muitas pessoas, é até complicado se imaginar deixando de cuidar da casa para ter mais tempo, mas acredite, se você desenvolve um trabalho como freelancer, usando uma habilidade específica que já possui, pode ganhar muito mais do que o valor que pagaria para um lava-car por exemplo.

Se você não aprender a utilizar o seu tempo da forma mais assertiva possível, não terá como executar as atividades que podem te tornar uma pessoa rica (ou seja: livre) no futuro.

A melhor forma de usar o seu tempo produtivo

Nosso tempo deve ser dividido em 3 partes: o descanso, que são aquelas sagradas horas de sono; o período de lazer, que também é muito importante; e o tempo produtivo, que deve ser dedicado ao trabalho.

Ao invés de usar o seu tempo produtivo limpando a casa e lavando roupa, para ser rico e ter liberdade, é preciso usá-lo em algo que tenha paixão.

Sabe aquela atividade que, quando você está fazendo, nem vê o tempo passar? É nisso que você deve concentrar seus esforços. Pois, quando a gente faz o que gosta, as chances de fazer um trabalho bem feito e rentabilizar são muito maiores!

Conclusão

Normalmente, as pessoas associam a riqueza ao fato de possuir muito dinheiro e bens materiais. Mas, neste artigo, vimos que ser rico é muito mais do que isso.

Para nós, da BMind, o conceito de riqueza está relacionado a poder fazer o que gosta, com total liberdade para tomar suas decisões, viajar quando bem entender e aproveitar a vida da melhor maneira possível.

Mas, para ter a vida que você sempre sonhou, é preciso saber valorizar o seu tempo e priorizar atividades.

Portanto, se você ainda se divide entre a rotina de casa e a do trabalho, está na hora de tirar um pouco desse peso das suas costas, delegando as tarefas domésticas na medida que for possível. Comece aos poucos essa transição, vai valer à pena!

Assim, sobrará mais tempo para se especializar e criar um negócio realmente lucrativo a partir da sua habilidade, tendo a chance de impactar outras pessoas.

Tenha uma vida mais plena e com mais liberdade para fazer suas escolhas! Siga a BMind nas redes sociais que vamos te mostrar como!