Com todas as tecnologias disponíveis atualmente, o trabalho home office virou sinônimo de economia, tanto para as empresas quanto para os funcionários.

Mas você não precisa ser executivo de uma grande empresa para ter os benefícios do home office.

Autônomo, CLT, empreendedor. Seja qual for o seu regime de trabalho, qualquer um pode usufruir das vantagens de trabalhar em casa, mesmo sem ter uma qualificação.

No texto de hoje você vai aprender como ter um trabalho home office sem precisar de uma formação específica. Difícil acreditar? Então continue a leitura e descubra como é possível!

O que é home office

Em tradução literal para o português, home office é o escritório em casa. Ou seja, é poder exercer sua atividade profissional sem sair do local onde você mora. Normalmente, existem 3 tipos de trabalho home office:

  1. CLT - quando você é contratado de uma empresa e faz um trabalho remoto.
  2. Freelancer - profissional que atua em projetos, sem vínculo empregatício, e que também pode trabalhar em casa.
  3. Empreendedor - tem um negócio sediado na sua própria casa.

Mudança de comportamento é a chave

Quem quer fazer home office precisa ser extremamente disciplinado e separar o período de trabalho, destinado a executar as tarefas relativas ao seu negócio, de qualquer outra tarefa.

Por isso, antes de dizer como trabalhar em casa mesmo sem ter experiência ou qualificação para vender o seu conhecimento, é importante deixar bem claro como é o dia a dia de quem trabalha em home office.

Veja abaixo 3 fatores fundamentais para extrair os melhores resultados por meio dessa prática.

1. Não seja preguiçoso

Obviamente, nossa casa é um ambiente menos formal do que um escritório, portanto, é natural que você queira ficar mais à vontade. Você tem a liberdade de escolher as tarefas que vai desempenhar, entretanto, tome cuidado para não contaminar-se pela preguiça ou procrastinação.

2. Use roupas adequadas

Definitivamente, não é porque você tem um trabalho home office que pode ficar de pijama o dia todo. Muito pelo contrário.

A produtividade está muito ligada ao nosso estado mental, então, se você acorda, toma um café e senta para trabalhar sem trocar de roupa, dificilmente vai conseguir desempenhar bem suas atividades, pois, mesmo que de forma inconsciente, você ainda estará num momento de descanso.

Dessa forma, é importante que se preparar para o home office como se fosse trabalhar fora de casa, tomando um banho e vestindo uma roupa adequada, pois isso faz com que a sua mente entenda que você entrará no seu período de trabalho.

3. Tenha um local de trabalho específico

Outro ponto importantíssimo para ter sucesso na modalidade home office é escolher um local “sagrado” da sua casa, ou seja, específico para trabalhar.

Na minha casa, eu transformei um cômodo em escritório, onde tenho uma mesa bem limpa e organizada e fico longe de outras distrações. E sempre que preciso de mais silêncio, mantenho a porta fechada.

Já vi gente trabalhando na mesa da cozinha, por exemplo, e posso afirmar que não é efetivo. Muitas vezes, não há outro jeito, porém, quando seu local de trabalho se mistura com outros ambientes da casa, as interrupções se tornam inevitáveis e, assim, a chance de fazer um bom trabalho é bem menor.

5 ideias de negócios para você trabalhar home office

Com um computador e internet, ter um trabalho home office tornou-se muito fácil. Abaixo, selecionei 5 atividades que qualquer um pode fazer em casa. Confira:

1. Trabalho freelancer

Profissionais freelancers têm toda a liberdade para trabalhar em casa (ou de qualquer outro lugar do mundo).

Basta ser especialista em uma área específica. Em plataformas como Workana, 99 Freelas, Freelancer.com, é possível encontrar oportunidades de trabalho para freelancers diversos, como designers, redatores, social media e outros. E o cadastro nesses sites é gratuito.

2. Afiliado de produtos digitais

Essa função se popularizou junto com a venda de produtos e serviços online.

Ser afiliado de produtos digitais nada mais é do que promover produtos de terceiros — normalmente, é um produto digital, como um curso online ou e-book. E, a cada venda que for feita a partir da sua indicação, você recebe uma comissão.

3. Prestação de serviço físico

Se a sua área exige uma atuação presencial, também é possível fazer isso através do trabalho home office, executando parte dos serviços na sua casa e parte no local definido pelo cliente.

Um bom exemplo desse tipo de atividade é a do arquiteto, que pode muito bem desenvolver seus projetos em casa, mas precisa visitar o local da obra.

4. Montar um e-commerce

Na internet, é possível vender de tudo. Os consumidores estão cada vez mais acostumados a comprar online e, para isso, existem milhares de plataformas dedicadas ao comércio eletrônico, como Mercado Livre, Amazon etc. Portanto, comercializar produtos ou serviços pela internet é uma ótima alternativa para quem deseja ter um trabalho home office.

5. Tornar-se um expert em algo

A última opção, mas não menos importante — porque é a filosofia da BMind —, é ser um expert e utilizar todo o conhecimento adquirido ao longo da sua vida, seja ele de cunho profissional ou pessoal, para ajudar outras pessoas.

Essa é a ideia de negócio em que mais acreditamos. A seguir, explicamos por que esta é a melhor alternativa para quem almeja trabalhar em home office.

Ser um expert - a melhor forma de trabalhar home office

Quem mora em cidades grandes como São Paulo, perde 2 a 3 horas no caminho de casa até o trabalho. Assim, trabalhar em home office significa ter mais qualidade de vida e ser mais produtivo, tendo a liberdade para fazer tudo o que deseja sem se preocupar com longas distâncias ou com o trânsito caótico.

E por que ser um expert é o formato em que a gente mais acredita? Primeiro, porque, atuando nas outras quatro formas sugeridas acima, você ainda estará vendendo apenas as suas horas ou o ativo de uma outra pessoa.

Segundo, porque, ao se tornar um expert e oferecer seus serviços online, você não estará vendendo suas horas, — por ser um produto online, é possível vendê-lo até quando estiver dormindo. Tampouco, estará vendendo o ativo de outra pessoa, porque, nesse caso, o ativo é o seu conhecimento.

Por exemplo, se o seu serviço for baseado em uma experiência sua, como um emagrecimento, todo o conteúdo que você produza relacionado a isso será um ativo seu, podendo ser oferecido a qualquer momento e durante muito tempo, sem a necessidade de regravar e gastar mais horas com isso. Além disso, você estará vendendo algo exclusivo e não dependerá de outros profissionais para gerar receita.

Como funciona se você não tem qualificação?

Uma dúvida que ouço muito é:” Ok, entendi como funciona, mas o que eu faço se não tenho qualificação ou não me sinto preparado para ser um expert”?

A resposta é: todos nós já somos experts em alguma coisa, mesmo sem ter consciência disso. Sempre há aquela atividade em que conseguimos nos destacar. Com você, não poderia ser diferente!

Então, não se trata de não ter qualificação. Se você se sente dessa forma, é porque ainda não encontrou, dentre as competências que já possui, aquela em que poderia se sair melhor.

O desafio, portanto, não é entender onde é preciso se qualificar, mas, sim, como encontrar algo que você domina e que possa ajudar outras pessoas.

E este é o grande objetivo da BMind. Queremos ajudá-lo a descobrir o seu maior talento e ensiná-lo a utilizá-lo para transformar a vida de outras pessoas.

O que fazer se você trabalha fixo das 8h às 18h

Se você está se fazendo essa pergunta agora, imagino que é porque não tenha tempo, pois já tem um trabalho fixo.

No entanto, o questionamento correto seria: o que você faz com o tempo que resta entre as suas horas de trabalho e o período em que você dorme?

Com um pouquinho de planejamento e dedicação, todos nós podemos ter, no mínimo, uma ou duas horas por dia para desempenhar uma outra atividade. Então, se você tem um emprego das 8h às 18h, avalie a possibilidade de trabalhar como um expert nas suas horas vagas.

À medida que essa atividade evolua e comece a dar resultados, você terá a chance de “jogar o chapéu do outro lado do muro”, ou seja, pedir demissão para focar exclusivamente nesta nova atividade, mas não precisa deixar o seu emprego para isso.

Comece analisando essa nova possibilidade de carreira e dedicando-se a ela uma ou duas horas por dia. Garanto que valerá a pena!

Conclusão

O trabalho home office é uma forte tendência de mercado e, certamente, tem muitas vantagens. Um pequeno espaço com uma mesa e o seu computador já é o suficiente para ter o seu escritório em casa.

O objetivo deste artigo foi mostrar que qualquer pessoa pode desempenhar uma atividade profissional lucrativa em sua própria casa, com toda a comodidade, somente utilizando a internet. E essas funções nem sempre exigem qualificação específica.

Mas o que deve ficar claro é que, para ter um bom desempenho em um trabalho home office, é preciso ter muito comprometimento e paixão pelo que se faz. Por isso, o ideal é encontrar aquela atividade em que você consiga ser um expert e não dependa de outras pessoas para executá-la.

Lembre-se que todos nós temos um conhecimento ou algo que fazemos muito bem. Mas, muitas vezes, falta orientação para transformar esse conhecimento em um trabalho sólido e que seja relevante para outras pessoas.

Por isso, se você não está satisfeito com a sua carreira, entre em contato conosco! Nossa missão é ajudá-lo a encontrar a sua paixão e realizar-se profissionalmente!